Meditação: O Que É, Como Funciona E Quais São Os Benefícios


A meditação é uma técnica precisa para descansar a mente e alcançar um estado de consciência totalmente diferente do estado normal de vigília. É o meio para entender todos os níveis de nós mesmos e, finalmente, experimentar o centro da consciência interior.

 

A meditação não faz parte de nenhuma religião. É uma ciência, o que significa que o processo de meditação segue uma determinada ordem, tem princípios definidos e produz resultados que podem ser verificados.

Na meditação, a mente fica clara, relaxada e orientada para dentro. Quando você medita, você está totalmente acordado e alerta, mas sua mente não está focada no mundo externo ou nos eventos que ocorrem ao seu redor.

A meditação requer um estado interno específico para que a mente fique em silêncio. Quando a mente está em silêncio e não mais o distrai, a meditação aprofunda-se.

Em artigo publicado pela Yoga International, mestre Swami Rama (1925-1996), fundador do Himalayan Institute, aborda os principais aspectos ligados à Meditação.

Para Swami Rama, “meditação” é uma palavra que tornou-se vulgar e imprecisa no mundo moderno. O que explica tanta confusão sobre como praticá-la.

É muito comum o uso da palavra meditar quando as pessoas se referem a pensar ou contemplar. Isso acontece ainda quando se usa a palavra meditação para se referir a sonhar acordado ou fantasiar. No entanto, a meditação (dhyana) não é nenhuma dessas distinções.

 

Real Significado da Meditação

O objetivo da Meditação é ir além da mente e experimentar a nossa natureza essencial – que é descrita como paz, felicidade e contentamento. Mas como qualquer um que tentou meditar sabe, a própria mente é o maior obstáculo entre nós e essa consciência.

A mente é indisciplinada e desobediente, e resiste a qualquer tentativa de discipliná-la ou orientá-la em um caminho particular. A mente tem uma “mentalidade própria”.

É por isso que muitas pessoas se posicionam para a meditação e experimentam apenas fantasias, devaneios ou alucinações. Elas dificilmente alcançam a quietude que distingue a genuína experiência de meditação profunda.

Somos ensinados a nos mover e a nos comportarmos no mundo exterior, mas nunca nos ensinam como permanecer quietos e a examinar o que está acontecendo dentro de nós mesmos.

Quando se aprende a fazer isso através da Meditação, você alcança o máximo de todas as alegrias que um ser humano pode experimentar. Todas as outras alegrias do mundo são momentâneas, mas a alegria da meditação é imensa e eterna. Isto não é um exagero.

A meditação é um meio prático para encontrar a calma, para deixar de lado preconceitos e ver o que é pelo que é, aberta e claramente. É uma forma de treinar a mente para que você não esteja distraído e seja apanhado por sua agitação sem fim.

A meditação ensina você a explorar sistematicamente suas dimensões internas. É um sistema de compromisso, não mandamento. Você está se comprometendo consigo mesmo, com seu caminho e com o objetivo de conhecer a si mesmo.

Ao mesmo tempo, você está aprendendo a manter a calma. Não é uma cerimônia ou ritual religioso. É um requisito universal do corpo humano.

 

Como Funciona a Meditação

Como os iogues sabem há séculos e os cientistas agora podem provar, a meditação tem resultados efetivos e profundos. A meditação é, talvez, o instrumento mais importante para aproveitar o poder do pensamento, cultivar mais paz, clareza e felicidade.

Aprender a treinar o cérebro e concentrar nossa atenção é crucial para prosperar e cultivar um desempenho máximo em qualquer situação.

O famoso psicoterapeuta, Ron Alexander, autor de Wise Mind, Open Mind, fala do poder mental, ou da resiliência, eficácia e inteligência emocional que surgem quando começamos o processo de controle da mente.

A força da mente é uma das ferramentas mais poderosas que podemos empregar para impactar e melhorar todos os aspectos da vida.

Existem cinco categorias principais de ondas cerebrais, cada uma correspondendo a diferentes atividades. A meditação nos permite passar de ondas cerebrais de maior frequência para baixa frequência, o que ativa diferentes centros no cérebro.

Comprimentos de onda mais lentos = mais tempo entre pensamentos = mais oportunidade para escolher habilmente quais pensamentos você investiga e quais ações você descarta.

5 Categorias de Ondas Cerebrais: Por que a Meditação Funciona
  1. Estado Gamma: (30 – 100Hz) Este é o estado de hiperatividade e aprendizagem ativa. O estado Gamma é o momento mais oportuno para reter informações. É por isso que palestrantes muitas vezes fazem suas audiências pularem para cima e para baixo ou dançar ao redor de si – para aumentar a probabilidade de uma assimilação permanente da informação. Detalhe: se for estimulado demais, isso pode levar à ansiedade.
  2. Estado Beta: (13 – 30Hz) Onde funcionamos durante a maior parte do dia, o estado beta está associado ao estado mental alerta do córtex pré-frontal. Este é um estado de “trabalho” ou “mente pensante” – analítico, planejador, avaliador e categorizador.
  3. Estado Alpha: (9 – 13Hz) As ondas cerebrais começam a diminuir a velocidade da mente pensante. Nos sentimos mais calmos, pacíficos e fundamentados. Muitas vezes nos encontramos em um “estado alfa” após uma aula de ioga, uma caminhada na floresta, um encontro sexual prazeroso ou durante qualquer atividade que ajuda a relaxar o corpo e a mente. Somos lúcidos, reflexivos, com uma consciência ligeiramente difusa. Os hemisférios do cérebro são mais equilibrados (integração neural).
  4. Estado Theta: (4 – 8Hz) Podemos começar a meditação. Este é o ponto em que a mente verbal ou pensante transita para a mente meditativa ou visual. Começamos a passar da mente de planejamento para um estado de consciência mais profundo (muitas vezes sentindo-se sonolento), com intuição mais forte, mais percepção da totalidade e resolução de problemas complicados. O estado theta é uma visualização associada.
  5. Estado Delta: (1-3 Hz) Os monges tibetanos que meditaram por décadas podem chegar a isso em uma fase alerta e despertada, mas a maioria de nós atinge esse estado final durante o sono profundo e sem sonhos.

Uma meditação simples para começar a transição de Beta ou Alpha para o estado Theta é focada na respiração. A respiração e a mente funcionam em conjunto, de modo que a respiração começa a alongar e as ondas cerebrais começam a diminuir de velocidade.

 

Qual a Melhor Forma de Meditar?

Os nomes e as técnicas de meditação são múltiplos e variados, com diferentes escolas e metodologias próprias. Você pode escolher aquela na qual você mais se identifica. De qualquer modo, os fundamentos são quase os mesmos:

1. Relaxe o Corpo e a Mente – Isso pode ser feito através da postura corporal, imagens mentais, mantras, música, relaxamento muscular progressivo, qualquer método clássico que funcione. Faça sua escolha. Este passo é relativamente fácil, pois a maioria de nós tem alguma experiência de relaxamento, mesmo que não aconteça com muita frequência.

2. Fique Atento – É um pouco enigmático, mas isso significa algo assim: não julgue seus pensamentos, deixe-os ir e vir como quiserem (e eles vão e vem mesmo!). Enquanto sua mente vagueia, tente dirigir sua atenção de volta ao seu principal objetivo. Acontece que isso é bastante difícil porque estamos acostumados a viajar mentalmente para trás e avançar para frente, ao fazer julgamentos em tudo (por exemplo, ao se preocupar, temer, antecipar, lamentar, etc). A chave é notar, de forma isolada, o que está acontecendo, mas não se envolver com isso. Essa maneira de agir, muitas vezes, não vem naturalmente.

3. Concentre-se em Algo – Milhares de meditadores se concentram na respiração, na sensação de entrar e sair do ar, mas você pode se concentrar em qualquer coisa: em seus pés, em uma batata, ou na pedra, na vela, na parede. A respiração é útil porque nós somos mantidos por ela. Seja como for, tente concentrar toda sua atenção em algo. Quando sua atenção for desviada do foco, e isso vai acontecer, leve-a de volta para o foco. Não force, seja compassivo com você mesmo. O ato de se concentrar em uma coisa é surpreendentemente difícil: você sentirá o calor mental quase que insuportável. É a prática e a constância que farão você tirar a melhor experiência de seu processo meditativo.

4. Concentre-se em Nada – A maioria diz que isso não pode ser alcançado sem muita prática, então… pratique!

 

Benefícios da Meditação

Há uma variedade de benefícios da Meditação que incluem o controle emocional duradouro, cultivo da compaixão, redução da sensibilidade à dor e aumento da capacidade de realizar multitarefas.

O fato é que a meditação é uma atividade simples que é completamente gratuita, não envolve equipamentos, produtos químicos, aplicativos, livros ou aquisições e altos investimentos.

O psicólogo britânico Jeremy Dean, fundador e autor do popular site ‘PsyBlog’ relaciona 10 Benefícios Notáveis da Meditação.

1. Controle Emocional Duradouro – A meditação nos fazer sentir mais calmos enquanto estamos praticando-a, mas esse benefício se espalha pela rotina do dia. Estudo realizado por Destrordes (2012) escaneou o cérebro de pessoas que participaram de um programa de meditação de 8 semanas, antes e depois do curso. Durante a digitalização, os participantes visualizaram imagens projetadas para obter respostas emocionais positivas, negativas e neutras. Após o curso de meditação, a ativação na amígdala, o centro emocional do cérebro, foi reduzida em todas as imagens. O experimento sugere que a meditação beneficia um controle emocional duradouro, mesmo quando você não está meditando.

2. Cultivo da Compaixão –  Um dos benefícios da meditação muito difundido é que ela ajuda as pessoas a serem mais virtuosas e compassivas. Isso foi colocado em teste científico em 2013. Participantes que estavam meditando receberam um teste secreto de compaixão. Um dos autores do estudo, David DeSteno, disse: “o aspecto verdadeiramente surpreendente dessa descoberta é que a meditação fez com que as pessoas ficassem dispostas a agir de maneira virtuosa – ajudassem outras pessoas em dor – mesmo diante de uma norma para não fazê-lo”.

3. Mudança das Estruturas Cerebrais – A meditação é uma técnica tão poderosa que, após apenas 8 semanas, a estrutura do cérebro muda. Para mostrar esses efeitos, pesquisa realizada em 2011 coletou as imagens de cérebros de 16 pessoas que foram gravados antes e depois de terem feito sessões de meditação. Em comparação com um grupo de controle, a densidade da matéria cinzenta no hipocampo – uma área associada ao aprendizado e à memória – foi aumentada. A principal autora do estudo, Britta Hölzel, comentou os benefícios da meditação: “é fascinante ver a plasticidade do cérebro e que, praticando a meditação, podemos desempenhar um papel ativo na mudança de sua estrutura, ampliando o bem-estar e a qualidade de vida”.

4. Redução da Dor – Um dos benefícios da meditação é que os meditadores regulares experimentam menor sensibilidade à dor. Experimento realizado em 2010 comprovou esta evidência. Joshua Grant explicou: “através do treinamento, os meditadores zen demonstraram engrossar certas áreas do córtex e isso parece estar subjacente à menor sensibilidade à dor”.

5. Aceleração da Cognição – Como você gostaria que o seu cérebro funcionasse mais rápido? Pesquisadores encontraram benefícios da meditação significativos para meditadores novatos que realizaram apenas 80 minutos de meditação durante 4 dias. Apesar do seu período de prática muito curto – e comparado com um grupo de controle – os meditadores mostraram melhoria nas métricas de memória de trabalho, funcionamento executivo e processamento visual espacial. Os autores concluíram que quatro dias de treinamento de meditação já resultam no aumento da capacidade de manter a atenção e, por consequência, a cognição. Estes benefícios foram relatados com meditadores de longo prazo. As melhorias observadas nas medidas variaram de 15% a mais de 50%. O artigo completo está aqui: Cognição Acelerada por Apenas 4 x 20 minutos de Meditação.

6. Melhoria da Criatividade – O tipo certo de meditação pode ajudar a resolver alguns problemas criativos. Um estudo feito em 2012, participantes tomaram uma tarefa de criatividade clássica: pensar em tantos usos quanto possíveis para um tijolo. As pessoas que usaram um método de medição de “monitoramento aberto” apresentaram a maioria das ideias. (Este método usa o foco na respiração para refletir a mente livre).

7. Acentua a Concentração – Na sua essência, a Meditação trata de aprender a se concentrar, ter maior controle sobre os destaques da atenção. Um crescente número de estudos sublinham os benefícios da meditação para a atenção.

8. Melhoria na Realização de Multitarefas – Uma vez que a meditação beneficia diferentes aspectos da cognição, também é capaz de melhorar o desempenho do trabalho em multitarefas. Isso foi testado em grupos de gerentes de recursos humanos. Aqueles que praticavam a meditação melhoravam nas tarefas padrão do escritório – como atender telefones, escrever e-mails, etc. – mais do que aqueles que não estavam meditando. Além de realizarem multitarefas com maior habilidade, os gerentes meditadores sofreram menos estresse como resultado.

9. Redução da ansiedade – A meditação é um exercício frequentemente recomendado para pessoas com ansiedade. Para escolher apenas um dos muitos estudos recentes, pesquisa realizada em 2013 descobriu que quatro sessões de meditação de 20 minutos foram suficientes para reduzir a ansiedade em até 39%.

10. Auxílio Contra a Depressão – Um sintoma central da depressão é a ruminação mental: quando os pensamentos deprimentes circulam e se aproximam na mente. Infelizmente, não é possível dizer a uma pessoa deprimida para parar de ter pensamentos deprimentes. É inútil. Isso porque o tratamento dos sintomas da depressão está, em parte, no controle da atenção da pessoa. Um método que pode auxiliar é a meditação consciente. A atenção é total sobre viver o momento presente, em vez de se concentrar em arrependimentos do passado ou preocupações futuras. Uma revisão recente de 39 estudos sobre atenção plena (mindfulness) descobriu que a meditação ajuda a reduzir e até eliminar a depressão.

 

Fonte: The Chopra Center, The Guardian, Spring.org, ZenHabits, Yoga International


Gostou disso? Compartilhe com os seus amigos!

O Que Você Achou Desse Artigo?

horrível horrível
0
horrível
confuso confuso
0
confuso
fraco fraco
0
fraco
divertido divertido
0
divertido
geeky geeky
0
geeky
amei amei
2
amei
kkkkk kkkkk
0
kkkkk
nossa! nossa!
0
nossa!
ótimo ótimo
0
ótimo
Therapyas

Somos mais que um site ou blog, somos uma Comunidade, somos uma Tribo. Formamos uma Equipe que deseja transformar o portal Therapyas é um ponto de encontro entre consumidores de produtos e serviços no segmento de Saúde & Bem Estar, praticantes, profissionais e empresas focadas em terapias holísticas, integrativas e complementares. E-mail: info@therapyas.com.br Whatsapp: (15) 98159-9000

0 Comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha um Formato
Artigo
Escreva um texto básico que pode ser incorporado com fotos e vídeos
Quiz Personalizado
Série de perguntas que pretende revelar algo sobre a personalidade do internauta
Votação
Cria uma votação para tomar decisões ou determinar opiniões
Lista
Crie um Artigo Típico de Lista com Itens

Send this to a friend